Descubra para que serve o colágeno e como adicioná-lo a sua vida


Flacidez, celulite, surgimento de rugas e envelhecimento precoce são alguns dos problemas de pele que podem deixar muitas pessoas preocupadas. O medo de envelhecer faz com que a busca por alguns métodos que atenuem os efeitos do tempo sejam cada vez maiores. O colágeno pode ser usado para amenizar esses problemas, uma vez que ele apresenta diversos benefícios para o corpo.

Muitas pessoas se perguntam para que serve o colágeno — proteína que proporciona firmeza à pele e pode ser encontrada em alimentos e cápsulas. Mas você sabe onde ele está mais presente?

Neste post, mostraremos o que é o colágeno, onde ele é encontrado e quando deve ser ingerido. Confira!


O que é o colágeno?


O colágeno é uma proteína que proporciona elasticidade, firmeza e estrutura para a pele, unhas e cabelos. Ele é produzido naturalmente pelo corpo, mas pode ser encontrado em alimentos como gelatina e carne, em suplementos alimentares (em pó e cápsula) e em cremes hidratantes.

O colágeno é a proteína mais comum em nosso organismo e está presente em vasos sanguíneos, ossos, músculos, cartilagens e tendões. Existem diversos tipos e todos participam da formação de alguma parte do corpo. Confira, a seguir, os principais tipos de colágeno.


Tipo I


O colágeno tipo I é o mais abundante e pode ser encontrado na cartilagem fibrosa (encontrada entre as vértebras), no tecido conjuntivo denso e frouxo e dos tendões — formando fibras espessas e longas que dão grande resistência a essa parte do corpo. Desse modo, ele propicia o suporte para a elasticidade da pele e ajuda a melhorar a saúde das juntas.


Tipo II


Esse tipo está presente nas cartilagens elásticas, fibrosas, nos olhos e nas vértebras. A principal função é o amortecimento, servindo como uma almofada entre os ossos. Ele pode ser consumido como suplemento para o tratamento de artrose, pois auxilia na reconstrução das cartilagens das articulações.


Tipo III


Esse tipo é encontrado nos músculos lisos, que formam órgãos como: intestinos, estômagos, rins, fígado, baço e vasos sanguíneos. O colágeno tipo III é o primeiro a diminuir a sua produção natural no corpo e, por isso, é preciso suplementá-lo.

Colágeno hidrolisado

Este tipo de colágeno é encontrado em forma líquida, cápsula ou em pó. Ele passa pelo processo de hidrólise, logo, é quebrado em pequenas partículas, permitindo que seja absorvido pelo corpo rapidamente.

Nas farmácias de manipulação, o colágeno hidrolisado apresenta uma grande procura, já que melhora a aparência da pele. Além de ter um efeito rejuvenescedor, a suplementação traz benefícios para os ossos e cartilagens.


Para que serve o colágeno?


O colágeno auxilia a promover maior resistência e elasticidade. Para que os movimentos corporais aconteçam, os ligamentos e tendões necessitam de flexibilidade e, ao mesmo tempo, resistência.

Outra atuação da proteína é nas cartilagens entre as articulações, já que evita que os ossos batam uns nos outros e provoquem dor e desgaste. Na área da estética, o colágeno é responsável por deixar a pele mais firme, vistosa e com menos rugas.

Embora seja produzido naturalmente pelo corpo, quanto mais envelhecemos, menos colágeno é fabricado e, por consequência, a flacidez e as linhas de expressão podem aparecer. A partir dos 30 anos a produção diminui bastante e a sua carência pode ser percebida.

Portanto, é fundamental repor o colágeno não apenas por questões estéticas, mas também pelo seu papel no bom funcionamento das cartilagens e na locomoção. Outros benefícios incluem:

melhora na construção muscular; proteção do sistema circulatório; fortalecimento capilar; prevenção de estrias; redução das celulites; fortalecimento das unhas.


Quando devo ingerir colágeno?


O colágeno é mais usado por mulheres acima de 50 anos, mas não existe uma regra. Como o metabolismo começa a desacelerar por volta dos 30 anos, o recomendado é iniciar a suplementação com a proteína a partir desse ponto.

Ademais, indivíduos que não costumam consumir colágeno em uma boa quantidade no dia a dia também precisam inseri-lo em sua dieta. Para saber se esse é o seu caso, não deixe de consultar um médico especializado.

Outros pontos que devem ser observados para saber quando é necessário ingerir colágeno incluem:

enfraquecimento dos ligamentos e das articulações; diminuição da densidade óssea, como na osteoporose; sensação de pele desidratada e fina; surgimento de celulites e estrias em uma quantidade maior; aparecimento de linhas de expressão e rugas; diminuição da espessura dos cabelos; perda de elasticidade e aumento da flacidez da pele.


Como adicionar o colágeno a minha rotina?


Todo colágeno é feito a partir da combinação de dois aminoácidos: a prolina e a glicina. No entanto, para que a produção possa ocorrer, o organismo também precisa de vitamina C. Assim, para aumentar essa produção da substância, é necessário ingerir alimentos que a contenham ou suplementá-la. Confira, a seguir, alguns alimentos importantes nesse processo.


Carne branca ou vermelha


Na lista dos alimentos ricos em colágeno, as carnes não podem ficar de fora, uma vez que elas contêm proteínas, que estimulam a produção da substância.


Gelatina


A gelatina é um dos alimentos que mais apresenta colágeno disponível. Ela é feita de tecido conjuntivo, ossos e peles de animais, auxiliando no crescimento da pele, unha e cabelos. Por isso, coloque-a no seu cardápio de sobremesas.


Frutas cítricas


As frutas cítricas apresentam vitamina C, que auxiliam na síntese de proteínas que serão transformadas em colágeno. O ideal é consumir cerca de 3 porções de frutas cítricas por dia.


Qual a importância da suplementação?


A suplementação de colágeno é importante a partir dos 30 anos, que é quando a substância vai deixando de ser produzida pelo organismo, fazendo com que a pele se torne mais flácida. O colágeno hidrolisado é o mais eficaz para manter a firmeza da pele, pois uma pequena quantidade apresenta uma concentração maior de colágeno puro, que será totalmente absorvido pelo corpo.


Se você não entendia para que serve o colágeno, saiba que essa proteína é muito importante para a saúde das articulações, na prevenção de estrias, no fortalecimento capilar e para evitar o aparecimento de rugas e estrias. Por isso, não deixe de consumir alimentos que estimulem a sua produção e consulte um médico para que ele possa indicar o melhor suplemento de colágeno para você.

Gostou deste conteúdo? Você já conhecia os benefícios do colágeno? Deixe um comentário em nosso post e nos conte!

175 visualizações

Bothanica Mineral® | Av. Vereador Jose Diniz, 1370, Santo Amaro, São Paulo CEP: 04.604-001 CNPJ: 09.445.018/0001-71

Data de entrega estimada: entre 3 e 15 dias úteis (dependendo do serviço contratado)