© 2020 por Bothanica Mineral. Amazônia Brasileira Comércio De Cosméticos, Cosmecêuticos e Nutracêuticos Eireli - CNPJ: 09.445.018/0001-71

Av. Vereador José Diniz, 1370Santo Amaro - Sao Paulo/SP - CEP: 04.604-001 | Data estimada de entrega de produtos: de 2 a 15 dias.

Buscar
  • Bothanica Mineral

Como contratar um funcionário: 6 dicas para uma boa contratação


Um fator que tem grande influência sobre o sucesso de um negócio é o engajamento de cada membro da equipe. Para que isso aconteça, é necessário saber como contratar um funcionário que atenda a todos os requisitos exigidos para o cargo e se integre bem ao restante do grupo.

Em vista disso, a contratação precisa ser feita com cautela, levando em conta diversos aspectos, desde antes do anúncio da vaga até a admissão do novo funcionário. Sem esse cuidado, corre-se o risco de não conseguir encontrar o profissional adequado, além de ter prejuízos com todo o processo.

Quer saber mais sobre esse assunto tão relevante para qualquer empresa? Então, continue a leitura e entenda como contratar um funcionário!


O que considerar antes de contratar


Antes de contratar um colaborador, é muito importante considerar alguns fatores. Um dos principais é quanto a empresa pode pagar no momento. Vale ressaltar que toda admissão gera custos que vão além da remuneração, de modo que a viabilidade financeira da contratação deve ser estudada.

Diante disso, é interessante refletir sobre qual modalidade de contratação melhor se adéqua ao que a organização precisa. Quando se fala em contratar um funcionário, a maioria das pessoas pensa em ter alguém à disposição diariamente, em horário comercial, mas nem sempre isso é necessário. Levar esses fatores em conta é imprescindível para não cometer erros no processo de admissão do novo funcionário.


Modalidades de contratação


Como mencionamos, existem varias modalidades de contratação. A mais tradicional é a CLT, que se refere ao emprego com carteira assinada. Esse modelo, no qual o profissional tem direito ao FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), 13º salário, férias remuneradas, vale-transporte e outros benefícios, é ideal para funcionários fixos.

Além dessa, outras modalidades podem ser adotadas. A seguir, conheça as principais:

estágio: serve para a contratação de estudantes e deve obedecer a uma legislação específica, conhecida como Lei do Estágio;trabalho temporário: serve para atender a uma demanda de trabalho que já se sabe que não vai durar muito tempo;pessoa jurídica: nessa modalidade, o profissional emite nota fiscal pelos seus serviços, que podem ser prestados a diversas empresas;freelancer: esse tipo de profissional também pode atender a várias organizações, com serviços eventuais. Assim como na modalidade de pessoa jurídica, a empresa paga apenas pelo que foi acordado entre as partes;terceirização: nessa modalidade, uma empresa contrata outra para executar um trabalho, de forma que a terceirizada é quem se responsabiliza pelo empregado;contrato intermitente: a empresa paga pela hora trabalhada, sem que haja uma jornada de trabalho específica;home office: assemelha-se à contratação tradicional, com a diferença de que o trabalho é realizado fora da empresa;profissional autônomo exclusivo: é a possibilidade de contratar um autônomo que vai se dedicar exclusivamente à sua empresa.


Onde encontrar candidatos


As vagas podem ser anunciadas por meio de vários veículos que atingem diferentes tipos de pessoas. Se você procura um estagiário, por exemplo, o ideal é anunciar nos murais das instituições de ensino ou por meio do sistema de comunicação da universidade.

De modo geral, é possível anunciar em sites de vagas de emprego, classificados de jornais, redes sociais e até mesmo na página da sua própria empresa na internet. Para atingir um grande público, o mais interessante é combinar duas ou mais dessas alternativas ao divulgar a vaga.


Como contratar um funcionário: 6 dicas para arrasar na contratação


Agora que você já conhece as modalidades de contratação e sabe onde divulgar a vaga, confira as dicas que trouxemos para ajudar você a recrutar e selecionar talentos para o seu negócio.


1. Defina o perfil ideal do futuro colaborador


Um passo fundamental para encontrar um colaborar realmente adequado é saber de antemão o que se espera do profissional. Para tanto, deve-se levar em consideração tanto o perfil da empresa e sua cultura organizacional quanto o perfil da vaga a ser preenchida.

Assim, o mais recomendado é elencar as habilidades necessárias para executar as funções do cargo em questão. Se o colaborador vai trabalhar no atendimento de clientes, por exemplo, é interessante destacar que ele precisa ser comunicativo e saber manter uma agenda organizada, entre outras características.


2. Descreva a vaga com clareza


Já falamos sobre como prospectar os candidatos, mas não adianta saber onde encontrá-los se o anúncio não for feito com clareza. Então, do mesmo modo que o perfil ideal do colaborador foi traçado, é importante definir os aspectos mais relevantes da vaga.

Entre os dados que valem a pena serem destacados nessa descrição constam a natureza do cargo, as atividades que o profissional vai executar, os benefícios para funcionários e outras vantagens de fazer parte da empresa. Diferenciais, como expediente aos domingos e feriados, por exemplo, também precisam ser anunciados, para evitar atrair candidatos que não podem aceitar essas condições.


3. Faça a triagem dos currículos


Uma vez que a vaga for divulgada, os currículos começarão a chegar. O passo seguinte é analisá-los cuidadosamente para identificar os mais promissores. A partir das características da vaga e do perfil de colaborador que você espera encontrar, é possível eliminar aqueles que evidentemente não atendem às necessidades da empresa.

Comece descartando currículos com muitos erros de português e que não apresentam a escolaridade exigida para o cargo. Em seguida, observe as experiências profissionais anteriores e selecione os que merecem passar para a próxima etapa do processo de recrutamento e seleção.


4. Faça um teste comportamental com os candidatos


Embora as informações do currículo sejam fundamentais para encontrar bons profissionais, saber como contratar um funcionário adequado exige mais algumas estratégias. Uma delas é a realização de testes comportamentais.

Esse tipo de teste, que pode ser feito por meio de ferramentas disponíveis na internet, serve para traçar o perfil comportamental dos candidatos, permitindo que o recrutador tenha uma ideia de como eles reagem a determinadas situações. Trata-se de uma maneira de conhecer melhor os profissionais e perceber quais deles têm mais potencial de se adaptar à empresa.


5. Entreviste os candidatos


A entrevista é uma etapa essencial que antecede a contratação de um funcionário. Para que seja realmente aproveitada, é importante desenvolver um roteiro com as perguntas, não só as padronizadas, que todos os candidatos devem responder, mas principalmente as específicas, relacionadas a algum aspecto do currículo em questão.

Esse momento também é perfeito para analisar a postura do profissional, sua linguagem corporal e personalidade. Será possível identificar quem é mais ou menos extrovertido, quem domina os conhecimentos necessários para o cargo, como o indivíduo reage diante de questões inesperadas, entre outros aspectos.


6. Treine o novo funcionário


Quando finalmente escolher o melhor candidato, não se esqueça de que o novo colaborador precisa conhecer a cultura da empresa e as particularidades da função que vai exercer. Por isso, promova um treinamento, a fim de que o profissional fique alinhado com a sua nova posição.

Com essas dicas sobre como contratar um funcionário, seu processo de recrutamento e seleção certamente será mais eficiente. Desse jeito, você vai encontrar profissionais capazes de contribuir para o sucesso do negócio, seja uma clínica de estética, seja um spa de luxo ou qualquer outro.

Gostou de se informar sobre esse tema? Assine a nossa newsletter e acompanhe as nossas próximas publicações!

2 visualizações